quarta-feira, 28 de setembro de 2005

Manual de interação bloguística

Bom, a pedidos, deixo aqui expresso o q se deve entender desse blog. Desculpem se não o fiz de início, mas uma hora seria feito.

Esse blog é como uma rua que nasceu de uma avenida maior, de início anterior a toda parafernália discursiva que jaz nele. O Finício, meu livro, se o posso chamar assim, foi quase definitivamente terminado, e, junto com esse fato, imediatamente tornou-se obsoleto. Minhas idéias fracassara, sem nem ganharem definitivamente o mundo.

Decidi então, nessa nova empreitada, começar no mundo. Aliás, no meu mundo, onde qualquer erro lógico é perdoável... covarde, mas todo bebê precisa de um útero. Esse é o meu.

A maioria dos posts são fragmentos de raciocínios abrstratos. Porém, alguns deles são as feridas abertas pela vida, bem concretas, porém disfarçadas para evitar danos físicos reais... por isso, desculpem se a maior parte do que está aqui não for compreensível... quem sabe com o tempo consigo colocar um caráter mais intimista nele, agora que descobri que é disso que o povo gosta (pelo, menos só consegui publicar um conto assim...)!

Um manual que não explica, nada mais convencional, rs...

Nenhum comentário: