quarta-feira, 26 de maio de 2010

O risco democrático da Wikipédia

A formulação de um registro do conhecimento universal é antiga - Diderot e D'Alembert foram os grandes propagadores desse ideal iluminista. Como o fenômeno da internet, que possibilitou uma comunicação mundial (e não só isso), surge o ideal democrático do conhecimento:

- qualquer um pode contrubuir;
- toda contribuição será julgada pelos pares;
- o conhecimento se tornaria mais "exato" e "verdadeiro", quanto maior fosse a participação das pessoas no debate dos vários temas.

Igualdade, Liberdade e Fraternidade = Wikipedia

Igualdade em que nível?

somos realmente todos iguais ao expressarmos nossas opiniões?

- há uma desigualdade na distribuição e na valorização dos diversos capitais que circulam e determinam a "veracidade" dos saberes. Por outro lado, se somos todos iguais, isso é em virtude de uma maquinaria capitalística que inibe a emergência de diferenças que não sejam capitalizáveis;

Liberdade na batalha?

- que liberdade se têm se subjulgamos as forças que nos atravessam, que dobram-se e deixam-se significar pelo capital sígnico? Há opiniões, e agem-se sobre elas, as aperfeiçoam e as mantém... somente doxa-dolar

Fraternidade de quem?

- Somos irmãos - temos os mesmos papais e mamães, mesmos complexos, mesmas crises, mesmos sentimentos mesmos mesmos... ou somos produzidos assim? Li na Wikipedia meu irmão pronunciar-se sobre a imoralidade (usa esse termo) do procedimento de clonagem... o homem brinca de Deus, blá blá blá... com certeza esse cara não é meu irmão, e se fosse eu o renegaria. E isso sai publicado e é copiado em trabalhos de alunos do ensino médio como se fosse um conhecimento universal...

Quando deixaremos de produzir o universal, para impactarmos contra as paredes, encaixarmo-nos em nossas bordas tortas e, desencaixando-nos, produzir algo de importante.

Se a Dolly era imoral, não era por ser clone, mas sim por ser ovelha, tal como o autorzinho do tópico da Wiki, parte de um rebanho, guiado por um pastor sabe-se lá para onde... (tal como a ovelha, dever-a parar numa churrascaria, mas isso é outra história).

Nenhum comentário: