domingo, 5 de abril de 2015

O fim da Valsa, de Viena e, possivelmente, do antigo freudismo

A moda agora é interromper as valsas de casamento por um novo ritual de acasalamento: primeiro, as mulheres dançam o funk das poderosas, indicando que o domínio fálico acabou. Posteriormente, os homem mostram que a única coisa que atraiu suas mulheres é o seu "lepo-lepo"... depois são esclarecidos os novos termos das relações contemporâneas, nos quais se dançam junto todas as outras formas de sexualidade, incluindo a liberação do kuduro, a relatividade dos "macho-man" fora do armário de clausura heteronormativo, e no fim, tudo o que sobre é o poder dos camaros amarelos e dos rituais capitalísticos-sexuais de dominação recíproca dos sexos sob a égide do capital.

Nenhum comentário: